domingo, 26 de agosto de 2012

Sentimentos

Queria acreditar quando você diz que torce pela minha felicidade, mas depois de tudo que aconteceu entre a gente é impossível,
As conversas sobre nossas vidas e nossos gostos em comum (tantas coincidências),
As vezes em que eu ficava te esperando alguns minutos e perdia meu ônibus só pra poder te ver,
As "discussões" sobre o meu curso de jornalismo,
O papel que você escreveu dizendo "Não desista" e que eu ainda não tive coragem de jogar fora,
Os chocolates que você me dava,
As mensagens que você enviava,
O almoço que era pra acontecer,
Tudo se perdeu...
No começo você era somente um colega, mas aos poucos se tornou especial,
Você nunca soube disso, mas você você me deu força quando eu mais precisava,
Os dias pareciam ser insuportáveis e eternos até o momento em que você chegava e me chamava: "Bárbara Lopes",
Eu adorava quando você dizia meu sobrenome,
Quando você me trazia chocolates e eu recusava, não com medo de engordar, mas com medo de me envolver e você me machucar,
Quando você era a única pessoa que me aguentava reclamar todos os dias sobre a faculdade,
Eu adorava tanta coisa em você que resolvi arriscar, mas não tive coragem de dizer o quanto gosto de você,
Por isso só te chamei pra sair,
Aí você me diz que não quer um relacionamento sério, que você trabalha demais e que eu não mereço isso,
Eu não mereço é que você me dê uma desculpa dessa,
Não sabia onde enfiar a cara,
Queria sumir dali, mas não tinha como,
A gente se via todos os dias e eu queria que você desaparecesse da minha vida,
Tudo acabou...
Você, que fazia meus dias difíceis serem fáceis, fez meus dias fáceis serem difíceis,
Então eu tive que tomar uma decisão: sair do único lugar que me fazia feliz,
Nunca vou esquecer o último dia que nos vemos,
Você foi a única pessoa que se despediu de mim e disse que torcia pelo meu sucesso ao me abraçar,
Nem consegui olhar nos seus olhos porque você perceberia que eu estava quase chorando,
Não consegui me despedir de todo mundo porque não queria chorar na sua frente, mas não demorou muito.
Ao sair por aquela porta, comecei a chorar.
Não sei se de tristeza, raiva ou arrependimento.
No fundo, eu não queria sair dali,
No fundo, eu ainda quero ter alguma coisa com você e entender se algum dia você sentiu ou sente alguma coisa por mim.
Aí você me diz que eu sou um anjo e que eu tenho capacidade de tomar decisões acertadas sem entrar em conflito comigo mesma,
E eu continuo sem entender.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Nove anos não foram em vão...

Realizar um sonho. Ser fã e conhecer o  meu ídolo. Dizer "eu te amo" e ouvir um "muito obrigado". Revelar que sonhava com aquele momento há nove anos e ouvir que "nove anos não foram em vão". Ouvir um sincero agradecimento do baterista da minha banda favorita. Chorar ao perceber que realizei meu sonho de conhecer meu ídolo e ouvir ele dizer: "Não chora". Receber um abraço forte em retribuição a tanto amor. Tudo isso não tem preço. Só quem é fã entende...