quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Inzaghi: o medo real de José Mourinho


Dois gols podem não dar a vitória à um time em um clássico da Liga dos Campeões, mas servem para consagrar mais ainda a carreira de um veterano atacante com 37 anos. Na partida Milan 2 x 2 Real Madrid, Filippo Inzaghi ou Pippo, como chamam os torcedores do Milan, ultrapassou o recorde do espanhol Raúl (Schalke 04): 70 gols em competições europeias. Superou o holandês Marco Van Basten que tinha 124 gols em partidas oficiais com a camisa do Milan. E o atacante ainda ficou mais perto de atingir outra marca: Inzaghi tem 315 gols em partidas oficiais com o Milan e faltam três gols para atingir a marca do jogador italiano Roberto Baggio. Tudo isso em UMA partida.
Muitos criticam Inzaghi por sempre estar em impedimento e por não ser tão novo assim, mas o atacante mostra a importância da experiência de um jogador que entrou no lugar de Ronaldinho Gaúcho, apagado no jogo. Após o domínio do Real Madrid no primeiro tempo, Inzaghi entrou durante a segunda etapa e como sempre deu esperança ao torcedor rossonero. A esperança que com Inzaghi nunca morre e sempre renasce.
Pippo pode não ter técnica e não chamar a atenção com grandes dribles, mas ele tem a melhor habilidade que um atacante pode ter: o dom da artilharia. Sempre que é chamado, Inzaghi responde, mais do que isso: corresponde. E o técnico do Real Madrid, José Mourinho, estava certo ao dizer que temia Pippo Inzaghi.

sábado, 23 de outubro de 2010

Intervista - Paolo Maldini


Intervista| Maldini

“A questo Real manca uno Zidane"
A volte il calcio ti dà queste opportunità. Quasi un'ora di conversazione con Maldini che ha aperto le porte della sua casa a AS. Danielle e Cristian, si balla per la stanza in pigiama. Maldini parla in spagnolo: “La mia moglie è di Venezuela”

Come è cambiata la tua vita di quando si è ritirado?
Mi diverto com i miei figli e mia moglie. Faccio altri sport come il pugilato e tennis. In realtà, la mia funzione principale è essere um conducente dei miei figli. Vado sempre com loro a Milanello.

Continuerà la dinastia dei Maldini?
Christian ha 14 anni e gioca in difesa. E Danielle con nove è un centrocampista.

È meglio che studiare?
Ora il migliore è studiare.

A che età hai smesso di studiare?
Avevo 16 anni. E non mi pento. Dopo ho imparato cose per curiositá, da solo. Ora parlo tre lingue: italiano, spagnolo e inglese.

Rimane legato al calcio?
Mi hanno proposto qualcosa per la televisione. Ho avuto offerte per essere allenatore di due squadre africane che sono stati nella Copa del Mondo. Ho detto, "Grazie, ma non posso".

E 'stato difficile per te portare il nome Maldini?
È stato un po’ più difficile ad altri. Molta gente ha parlato di me quando sono stato promosso alla prima squadra. Mio padre è stato il mio allenatore nella Nazionale Sub-21, anche nella Copa Del Mondo di 1998 in cui sono stato capitano e dopo nel Milan. È stato molto imbarazzante. In una squadra di trenta giocatori ci sono almeno quindici che hanno avuto problema com il allenatore perché non hanno giocato. Immaginate la mia situazione.

Qual è stato il miglior consiglio che suo padre ha dato?
Lui aveva molta fiducia in miei allenatori. Ho fatto il mio debutto a Milano com Liedholm che era molto amico di mio padre. Lui aveva fiducia in me anche avevo 16 anni e un cognome importante. Ha detto: “Il calcio deve essere un divertimento”.

Ricordate quello che Liedholm ha detto prima di fare il suo debutto a 85?
Due mesi prima del mio debutto, lui ha detto che era pronto a giocare e è montato una grande in Italia.Ho imparato a aspettare.E in quella partita mi ha detto: “Paolo, dove vuole giocare: a destra o a sinistra?” (Risate). E ho iniziato a destra. Questo anno ho giocato solo una partita. Nel prossimo anno era già titolare.

Qual era la tua squadra quando eri piccolo?
Mi piaceva la Juventus.Ero innamorato di Italia 78. Aveva nove giocatori de la Juve in Nazionale.E il mio preferito, Cabrini, che ha giocato terzino sinistro. Quando ho iniziato in Milan, ho conosciuto Baresi,è stato per me un esempio di come allenare, di lealtà, di forza, di parlare poco e fare molto.

Qual è stato il contributo di Sacchi ao calcio?
È cambiato tutto in Milan. Il metodo di allenamento, di pensare e attaccare. E fisicamente era molto difficile.

Come sono stati i allenamenti?
Intense. Sono arrivato a casa mia di notte distrutto. È stato un disastro. Tutto è stato molto difficile.

Come si ricorda le sue battaglie contro il Real Madrid?
Per noi era la prova più importante. Era per dire: "Facciamo la storia o no." Oltre ai 5-0 è stato anche un buon ricordo per me un Trofeo Bernabeu che abbiamo vinto 3-0 nel 1988 e ho segnato un gol con 19 anni.

Parli con ammirazione...
Nel 2002, abbiamo giocato la liguilla e Florentino mi ha detto che mi voleva a Madri. Abbiamo vinto la Champions League ed è stato impossibile.

Che centro avanti metterlo in più problemi?
Maradona è stato il migliore, e il primo anno di Ronaldo in Italia. Zidane è stato molto buono. Questo è quello che ora manca a Madrid, un Zidane.

Ramos è meglio come centrale o laterale?
A volte vediamo nella difesa di Madrid è che non giocano insieme. Con Mourinho è migliorato un poco. Ma gli errori che ho visto a Madrid lo scorso anno in difesa sono stati incredibili. Ramos ha forza di giocare na laterale, ma deve essere più concentrato sull'avversario. Quando si è troppo forte se non si lavora molto, può sentirsi capace di tutto e a questo livello non è cosi.

E Pepe?
Credo che può giocare tanto quest'anno, ma deve anche risolvere. Capisco che a volte ci sono due o tre contro il mondo e non è una bella sensazione per la difesa.

http://www.as.com/futbol/articulo/madrid-le-sigue-faltando-zidane/dasftb/20101018dasdaiftb_4/Tes

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Orgulho de ser brasileiro!!!



A seleção brasileira masculina de vôlei venceu mais uma vez a Liga Mundial. O resultado : Brasil 3 X 1 Rússia. E não foi uma simples vitória. Foi muito mais do que isso. O Brasil conquistou seu nono título na competição ultrapassando a Itália. Somos os maiores campeões do mundo. Uma pena que os brasileiros sejam conhecidos como amantes do futebol, mas a nossa seleção de vôlei está fazendo isso mudar. É lamentável que a televisão e os jornais não deem o merecido destaque à esses brilhantes jogadores que, diferentemente da seleção de futebol, nos fazem ter vontade de cantar: "Sou brasileiro com muito orgulho, com muito amor". Há 10 anos ultrapassar a Itália parecia impossível, mas nossos meninos de ouro provaram o tamanho do seu talento e conseguiram realizar esse grande feito. E tudo isso só aconteceu graças ao técnico Bernardinho.




Os jogadores tem seus méritos, mas não seria possível essa seleção conquistar tantos títulos sem esse grande mestre. Sempre quis saber qual o segredo do seu sucesso. Mesmo com uma seleção renovada, o nosso vôlei consegue se manter no auge. Como isso é possível? Ao ler o livro "Transformando Suor em Ouro" percebi que um dos segredos de Bernardinho é a fórmula TRABALHO + TALENTO = SUCESSO. E claro que o trabalho vem antes do talento. Tem pessoas que nascem sem talento, mas com muito trabalho e esforço conseguem chegar ao sucesso. E foi assim que a nossa seleção conseguiu chegar ao topo do voleibol mundial. Muita dedicação, esforço, treino, treino, treino e mais treinos. No livro, Bernardinho fala da quantidade de treinos que a seleção faz. E diz também que os jogadores reclamam e ficam exaustos, mas ao ganhar uma competição, eles têm a certeza de que todo o esforço valeu a pena. O livro não fala apenas do vôlei brasileiro, mostra grandes lições que podem ser aplicadas na nossa vida. As principais palavras de Bernardinho são disciplina, perseverança, esforço, obstinação, solidariedade e trabalho em equipe. "Superação é ter a humildade de aprender com o passado,não se conformar com o presente e desafiar o futuro". Essa é uma frase que se encaixa muito bem para a nossa seleção. Após a conquista da medalha de prata nas Olimpíadas de Pequim, onde muita gente criticou a seleção e se decepcionou por estar acostumado só a vencer, o Brasil mostrou que pode se superar. Os jogadores mostraram que "a maior tristeza não é a derrota, mas não ter a oportunidade de tentar de novo". Nessa Liga foram altos e baixos, alguns momentos ruins, mas também momentos excelentes. Na fase final, alguns jogadores que arrebentaram nos primeiros jogos, não estavam no seu auge e o técnico de Cuba disse que essa seleção não era tão forte quanto a do ano passado. Literalmente ele quebrou a cara! Bernardinho teve coragem de mudar o time no momento em que foi preciso, fez as devidas substituições e no final tudo deu certo. O Brasil se superou mais uma vez, conseguiu aprender com o passado e desafiou o futuro. E quem um dia imaginou que o futuro seria esse? A seleção é eneacampeã mundial! Parabéns aos jogadores e à toda comissão técnica!



Algumas frases do livro que servem como grandes lições:
1- A vitória não é mais importante do que a certeza de termos feito todo o esforço para conquistá-la.
2- Dedicar-se com obstinação na busca de um objetivo.
3- Os guerreiros vitoriosos vencem antes de ir à guerra, ao passo que os derrotados vão à guerra e só então procuram a vitória (Sun Tzu).
4- Disciplina é a ponte que liga nossos sonhos às nossas realizações. Todos nós temos objetivos e queremos conquistá-los, mas é importante que estejamos dispostos à construir essa ponte (Pat Tillman).
5- Encarar os desafios como grandes oportunidades.
6- Grandes não são os que caem e sim os que se levantam.
7- Tentar entender os porquês de uma derrota, assumir suas responsabilidades e seguir em frente (essa é a melhor forma de lidar com a derrota)
8- Errar na forma é aceitável, mas nunca na intenção.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Espanha campeã: a Copa do Mundo agradece!


A Espanha provou que uma seleção favorita pode sim vencer a Copa do Mundo. A derrota para a Suíça na estréia fez todos pensaram que, mais uma vez, o time favorito seria uma grande decepção. Não foi assim. Apareceram outros favoritos como a Alemanha e a Holanda. Mas aos poucos, a Espanha foi mostrando seu futebol bonito com bom toque de bola e eliminou os próprios alemães, além de conquistar o título contra a Holanda. E isso só foi possível devido a um trabalho de quatro anos que começou com o técnico Luís Aragonés, comandante da seleção na Copa de 2006, mas acabou sendo eliminado pela França. Mesmo assim ele continuou no comando e conseguiu conquistar o título da Eurocopa com a Espanha. A partir daquele momento, os espanhóis mostraram que um só jogador não vence um campeonato e sim o conjunto da obra. Foi isso que aconteceu ontem na final.
A Espanha tem grandes estrelas como Xavi, Iniesta, Busquets, Xabi Alonso, Piqué e Villa. Juntos esses jogadores mostraram como se joga um futebol bonito. A Holanda se tornou favorita durante a competição, mas seu jogo sujo com entradas fortes e seu anti-futebol, que vimos na partida contra o Brasil, prejudicou o time e resultou na perda do título inédito para os espanhóis. Prova disso é que a final foi o jogo mais violento com 13 cartões amarelos e 1 vermelho. E poderia ter sido mais, se o árbitro Howard Webb não tivesse cometido alguns erros, por exemplo, quando o holandês De Jong chutou no peito o jogador Xabi Alonso e o juiz deu apenas um cartão amarelo.
Enfim, venceu a seleção que merecia. Com um futebol bem jogado, que encantou milhões de torcedores, a Espanha venceu a Copa do Mundo merecidamente. Os números mostram que se outra seleção fosse campeã seria injustiça. Nas últimas 54 partidas, o espanhóis venceram 49, empataram 3 e perderam duas. É ou não é merecido?
A Copa do Mundo acabou, mas devemos lembrar os protagonistas desse torneio: a vuvuzela, a jabulani, o polvo Paul, Larissa Riquelme, Mick Jagger, etc. Mas a grande protagonista, com certeza, foi a África do Sul. Um país que mostrou ser bastante rico, levou sua alegria e cultura para o mundo e provou que sua pobreza é muito pequena diante de tamanho espetáculo mostrado para todo o mundo. Que até 2014, o Brasil possa aprender com os africanos como se realiza uma Copa do Mundo e tenha a campeã Espanha de 2010 como inspiração para trazer o hexa!

sábado, 3 de julho de 2010

Que venha 2014!


Como explicar uma derrota? É fácil apontar os culpados, mas fica difícil entender as razões e explicar porque deu errado. Uma seleção contestada, tanto jogadores como comissão técnica, mas aos poucos Dunga foi conquistando os brasileiros: chegou de mansinho, ganhou a Copa América e a Copa das Confederações, além de classificar o Brasil em primeiro lugar nas Eliminatórias. Com isso, os brasileiros acreditaram que o Brasil pudesse ir longe na Copa do Mundo. Mas não foi o que aconteceu.
Desde o começo da partida, deu para notar que algum jogador seria expulso, alguns minutos depois Felipe Melo (que já tinha feito gol contra) comete uma falta ridícula que mereceu cartão vermelho. Dunga não tentou fazer nada, ele viu que o jogador seria expulso, mas não fez substituição. Preferiu deixar acontecer e deu no que deu. O técnico foi castigado: arrogante o tempo todo com a imprensa, tentou calar a boca de todo mundo, mas não conseguiu. E depois do jogo, ficou mansinho, não teve coragem de enfrentar os jornalistas, como em outras coletivas.
A corajosa entrevista do goleiro Júlio César logo após a partida refletiu muito bem o que os brasileiros estão sentindo e diferentemente da última Copa, em 2006, mostrou que os jogadores também sofreram com a derrota. Como se explica o fato deles ganharem milhões e em um jogo decisivo, não retribuem o que pagam à eles? Ser jogador não é fácil, representar uma nação como o Brasil não é tarefa simples, a camisa pesa muito. E nessa hora não há dinheiro no mundo que acabe com tamanha pressão.Dá pra imaginar o que é jogar por milhões de brasileiros, contra a Holanda em uma quarta-de-final da Copa do Mundo? Não, eu não estou defendendo a seleção. Também fiquei triste com a eliminação, xinguei o Felipe Melo e critiquei a escalação do Dunga. Apenas estou tentando mostrar o quanto é difícil jogar o torneio de futebol mais importante do mundo. Resta esperar 2014, talvez os quatro anos mais longos da história da seleção brasileira de futebol, afinal a Copa é no Brasil e além desse motivo, o Brasil tem outro para brilhar no campeonato: apagar os vexames de 2006 e 2010. Com os brasileiros fica a esperança de que 2014 pode e vai ser diferente!

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Há um ano o mundo perdia o Rei do Pop...


Hoje faz um ano que morreu o Rei do Pop. Lembro-me de ligar a televisão em um canal de notícias 24 horas e ver a notícia de que Michael Jackson sofreu uma parada cardíaca e estava internado em um hospital. Fontes não confirmadas diziam que ele estava morto. Fiquei muito surpresa com a notícia. Na mesma hora pensei: tentaram matar o Michael Jackson. Confesso que nunca fui fã dele, mas curto algumas canções e sei da importância dele pro cenário da música mundial. Fiquei mais de uma hora assitindo televisão e não se tinha nenhuma informação correta. Mais tarde, vi na internet a confirmação da morte do Rei do Pop. Não acreditei no que estava lendo. Liguei a tv e só se falava nisso. Fiquei chocada como tantas pessoas, e triste como milhões de fãs. Achei que pudesse ser um furo jornalístico errado, mas depois vi que era verdade.
Michael começou sua carreira no grupo Jackson 5 e logo se destacou entre os seus irmãos. Uma das minhas músicas favoritas da banda é "I’ll be there", a letra diz “eu estarei lá para te confortar, apenas chame o meu nome e eu estarei lá”, todos os fãs sabem que Michael ainda vive em seus corações, sua música sempre estará tocando em nossos aparelhos eletrônicos. Em 1982, na carreira solo, ele lançou o que seria o álbum mais vendido da história: Thriller. “Porque isto é terror, noite de terror”, realmente foi uma noite de terror vivida pelos filhos do cantor no dia 25 de junho. O álbum teve grandes sucessos como “Beat it”. “Apenas cai fora, ninguém quer ser derrotado” foi o que a família tentou dizer à Michael como uma forma de ajudá-lo a se livrar do vício. Durante um show de divulgação do álbum, ele estava cantando Billie Jean, quando parou a música, andou até o canto esquerdo do palco e voltou deslizando de costas. Naquela noite, foi criado o passo “Moonwalk” e definitivamente ali, ele se consagrou como o Rei do Pop.
Michael Jackson sempre esteve ligado a trabalhos comunitários.Em 1985, ele se uniu a Lionel Richie e Quincy Jones na missão de arrecadar fundos para a campanha USA for Africa. A ideia era gravar uma canção cujos lucros seriam revertidos para reduzir os índices de mortalidade pela fome no continente africano. O rei do Pop escrevu a música “We are the world” que traz uma grande mensagem "Nós não podemos continuar fingindo dia após dia, que alguém, em algum lugar, irá logo fazer a diferença". Michael acredita que é possível mudar o mundo. "Nós somos o mundo, nós somos as crianças, nós somos aqueles que fazem um dia iluminado".
Em 1987, Jackson lançou o álbum Bad, que também teve grandes sucessos. Em uma das músicas, ele mostrou seu lado romântico com "I just can't stop lovin you". E mesmo que ele já esteja morto, nós não podemos deixar de amar você: Michael. Outra canção mostra a preocupação que ele tinha com o mundo. "Man in the mirror" diz que se queremos mudar o mundo, devemos começar por nós mesmos. Não basta só querer. Estrofes como "eu vejo as crianças nas ruas,sem o suficiente para comer, quem sou eu para estar cego? Fingindo não perceber suas necessidades. Se você quer fazer do mundo um lugar melhor, olhe para si mesmo, e então faça aquela mudança" mostram um lado de Michael que poucas pessoas realmente conheciam. Talvez só seus filhos.
Em 1991, foi lançada a canção "Black or White", uma resposta do cantor, principalmente a mídia que o criticava. A cada dia, a cor de sua pele era cada vez mais questionada pela imprensa do mundo todo. Com a música, Michael queria calar a boca de todas essas pessoas e pretendia acabar com o racismo de vez. "Se você está pensando em ser meu irmão, não importa se você é preto ou branco". A canção fazia parte do álbum "Dangerous", que tem uma das músicas que eu mais gosto de Jackson: "Heal the world". Só o nome já diz tudo: cure o mundo. No começo uma criança diz: "pense nas futuras gerações e diga que você quer fazer um lugar melhor para nossos filhos e filhos dos nossos filhos". A mensagem da música é simples e sempre foi transmitida por Michael. "Há pessoas morrendo, se você se importa o suficiente com a vida, torne o mundo um lugar melhor". Outra canção que eu curto muito é "Will you be there". Trechos da música lembram os últimos momentos de vida do astro. "Quando cansado, me diga se você vai me segurar, quando errado, você vai me dirigir ? Quando perdido, você vai me achar? No nosso momento mais sombrio, no meu pior desespero, você ainda vai se importar, você estará lá?". Era tudo que Michael queria saber: se alguém realmente estava com ele. Foram vários momentos conturbados vividos, diversas acusações de abuso sexual e supostas plásticas que o fizeram ficar branco. E tudo que Michael queria era que os fãs, os amigos e principalmente a família "estivessem lá".
No álbum History: Past, Present & Future, de 1995, a música "You are not alone" relembra os momentos difíceis vividos por ele. "Mais um dia se passou, eu continuo sozinho, como pode ser?". Esse trecho resume os últimos momentos da vida do cantor.
Não quero julgar Michael Jackson, sua vida pessoal, as acusações contra ele, as plásticas realizadas, sua quase falência. Estou simplesmente fazendo uma homenagem a uma pessoa que mudou o cenário musical e inspirou milhares de artistas em todo o mundo. Uma pessoa que se preocupava com um mundo melhor, que acreditava que ele podia mudar, que estava sempre ligado a trabalhos comunitários. Não quero defender o Rei do Pop. Cada um tem sua opinião. Mas o que esperar de um homem que começou a carreira com 5 anos de idade? O que esperar de uma criança que não teve infância? Mais do que isso: uma criança maltratada, que tinha medo do próprio pai?Uma criança que não foi criança. E por causa disso não cresceu. Os maus-tratos do pai de Michael deixaram marcas profundas nele. E mesmo com uma infância sofrida, se é que se pode chamar de infância, Michael não descontou isso nas outras pessoas. Ao contrário, ele espalhou a sua bondade e sua mensagem de ajudar o próximo. Eu não acredito em nenhuma acusação de abuso sexual contra ele. Quanto às plásticas, acredito que algumas foram feitas, mas não ao ponto dele se tornar branco até porque Jackson cantava em suas músicas sobre a igualdade racial. Para ele, todos eram iguais, não importava se era branco ou negro. Ele não tinha motivos para mudar de cor. Acredito que ele era tão inocente que as pessoas acabavam duvidando da inocência dele. E é por tudo isso, que quando vi a confirmação da morte dele, pensei: Tentaram matar o Michael! Ele podia ter os seus problemas e algumas extravagâncias, mas antes de descobrirem que existia um tal Dr. Conrad Murray nessa história, eu sabia que o Rei do Pop seria incapaz de tentar alguma coisa contra ele mesmo.Tudo que Michael queria era ter sido uma criança como todas as outras, por isso foi morar sozinho no rancho Neverland em busca de privacidade, mas não funcionou: o isolamento só fez com que aumentasse o interesse da imprensa sobre a vida dele. Como eu queria entender Michael Jackson, saber se um dia ele realmente foi feliz, saber dos últimos momentos da vida dele e mais do que isso entender quem foi Joe Jackson. Será que se pode chamar esse homem de pai?
Aqui vão 3 vídeos que mostram quem era realmente Michael Jackson. O primeiro é um trecho de uma entrevista em que Michael fala do medo que tinha de Joe Jackson. No segundo, a pequena Paris Jackson resume quem foi seu pai." O melhor pai que vocês podem imaginar". O terceiro mostra o lado mais humano de Michael na música "Heal the world".




quarta-feira, 12 de maio de 2010

Seleção sem Adriano...Será que foi mesmo uma surpresa?



A convocação da seleção brasileira ontem teve uma grande surpresa. Corria tudo bem, até que no último momento:GRAFITE no lugar de ADRIANO. Mas será que surpreendeu tanto assim? Adriano continua envolvido em polêmicas, faltar treinos é algo constante, problemas familiares e fora de forma. Sim, ele ajudou o Flamengo a ser campeão brasileiro no ano passado, mas mesmo assim sempre estava envolvido em polêmicas e eu tenho certeza que se o Flamengo tivesse perdido o título a culpa ia ser dele e do Flamengo que deixa seu jogador fazer o que quiser. Me surpreendi pelo fato de Adriano não ser convocado,não porque ele merecia e sim porque acreditei que Dunga, assim como o Flamengo continuaria dando regalias a Adriano. Dunga foi ousado em não convocar Adriano, afinal, ele joga no clube que tem a maior torcida do país e foi corajoso em ouvir tantas críticas. Mas eu não critico Dunga por isso. O que eu não entendi é como Ronaldinho Gaúcho está na lista de espera sendo que Adriano não foi convocado? Os dois não são "farinha do mesmo saco"? Dunga "convocou" Ronaldinho Gaúcho pelo mesmo motivo que não convocou Adriano? Outra crítica minha é o fato do Grafite jogar no lugar do Adriano. Sou mil vezes mais o Neymar.Sim, ele nunca jogou com a seleção, mas seria bom para pelo menos o Neymar ganhar experiência. Não custa nada fazer só uma aposta. Confesso que não acredito muita nessa seleção, mas quem não sabe o Dunga e até o próprio Grafite calem a minha boca? Se é verdade que Adriano chorou ao saber da não convocação eu não sei, mas só espero que os brasileiros não chorem na Copa do Mundo!

domingo, 9 de maio de 2010

FELIZ DIA DAS MÃES!!!

FELIZ DIA DAS MÃES PARA TODAS AS MAMÃES DO BRASIL!!!


Mãe, hoje eu descobri que eu cresci, é que de repente eu me vi
Tão sozinho na estrada
Mãe, hoje eu precisei de você, eu não sabia o que fazer, me vi
De mãos atadas
Mãe, o que é que a gente faz, quando o sucesso não traz a paz
Que a gente procura
Mãe, hoje aqui sozinho eu rezei, aqui no meu cantinho eu chorei,
E chorando fiz uma jura
Juro que a partir de hoje vou fazer meu tempo, vou ficar mais
Perto do teu sentimento
Vou ficar mais perto mãe do teu amor, juro não deixar jamais a
Minha ambiçao
Falar tão mais alto que meu coração, se minha riqueza mãe, é o
Teu amor
(refrão)

Mãe, me dá teu colo,
Mãe, mulher que adoro,
Mãe, se existo devo a ti meu respirar
Mãe, tão puro amor de mãe
Que as vezes não me vem palavras pra expressar
Mãe, pra ti conjugo o verbo amar ....mãe

Mãe, teu conselho me orienta, teu carinho me alimenta
Da paz, do amor, da esperança
Mãe, hoje eu sou um homem eu sei
Mas as vezes que eu chorei, não passei de uma criança
Mãe, o que é que a gente faz, quando o sucesso não traz a paz
Que a gente procura
Mãe, hoje aqui sozinho eu rezei, aqui no meu cantinho eu chorei,
E chorando fiz uma jura
Juro que a partir de hoje vou fazer meu tempo, vou ficar mais
Perto do teu sentimento
Vou ficar mais perto mãe do teu amor, juro não deixar jamais a
Minha ambição
Falar tão mais alto que meu coração, se minha riqueza mãe é o
Teu amor
(refrão)

sexta-feira, 30 de abril de 2010

MANUTENÇÃO DA LEI DA ANISTIA? É, ESTAMOS MESMO NO BRASIL!!!

A manutenção da Lei da Anistia foi aprovada pelo Supremo Tribunal Federal. Crimes como tortura e assassinatos continuarão impunes. Alguém se surpreendeu? Estamos falando do Brasil, portanto não há nenhuma surpresa. Estamos falando do país onde crianças são assassinadas, inocentes são mortos, adolescentes torturados por policiais e mulheres estupradas. Estamos falando de um país onde não existe leis como prisão perpétua ou pena de morte. Sim, existem muitas leis, mas elas não são cumpridas. Por causa disso, muitos criminosos que fazem coisas terríveis podem pegar até 30 anos de prisão, mas se tiver um bom comportamento na cadeia, não paga nem metade da pena. Como se surpreender com a manutenção dessa lei? Pouco interessa para os ministros do STF se milhares de pessoas foram assassinadas, torturadas ou espancadas, afinal, não aconteceu nada com ninguém da família deles e eles também pensam que pouco importa se esses crimes aconteceram há muitos anos. Crime é crime! E não importa se ele aconteceu ontem, no ano passado ou há mais de 20 anos. Não é por causa disso que o acusado não vai ser julgado e deixar de cumprir a pena. Esse é o nosso país, todos preferem ficar no silêncio, esconder tantas torturas, nada diferente de muitas coisas já vistas no Brasil. Ocultar o crime? Normal se tratando do nosso país. Deixar o criminoso impune? Parece que está até virando regra!!!
Uma música do Gabriel, o Pensador - "É pra rir ou pra chorar?" explica como é nosso país.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

BRASÍLIA 50 ANOS!!!

Hoje Brasília faz 50 anos. Uma grande festa na Esplanada dos Ministérios promete animar os brasilienses. Mas será que Brasília tem alguma coisa para comemorar? A começar pela festa, ela não é tão grande assim. Afinal, muito se falou no ano passado que poderia ter U2, Beyoncé,Paul McCartney e até Madonna estava cotada, mas...devido à tantos escândalos no Governo do Distrito Federal, a festa de hoje tem Paralamas do Sucesso, Nando Reis, Daniela Mercury e outros artistas. Grande diferença, não?
Mas isso nao impede Brasília de mostrar para o Brasil, que apesar de tantos escândalos, o brasiliense tem sim o que comemorar. Afinal, Brasília é uma cidade moderna, nova, muito bem projetada e que tem um povo maravilhoso. Essa história de que em Brasília só tem corrupto, é mentira. Odeio quando vou viajar e falo que sou de Brasília, sempre alguém fala em corrupção. Sim ela existe, aqui e em todo lugar. E claro, aqui existe mais ainda porque é o centro do país, é a capital do Brasil. Mas isso não significa que em Brasília todo mundo é corrupto.O brasiliense é um povo trabalhador, que luta pelos seus sonhos, que batalha, ele não tem nada a ver com os políticos. Como diz a música do Gabriel Pensador, Pega Ladrão: "aqui tem gente boa, aqui tem gente honesta, mas no poder é que tem gente que não presta".
Muita gente tem uma imagem negativa de Brasília, mas muitos nem conhecem a cidade. Se tem uma coisa que eu aprendi é : não julgue antes de conhecer. Eu sou suspeita pra falar, porque nunca morei em outra cidade, mas Brasília, apesar de já ser considerada uma cidade grande, tem problemas muito menores do que em outras cidades. Não quero julgar nenhuma cidade, mas aqui não tem tanta favela ou violência como em grandes cidades. Ou por acaso você vê todo dia no noticiário dizendo que em Brasília houve uma chacina, tiroteios ou policial matando inocente? Sim, eu garanto que isso existe aqui. Mas não é tanto assim. A violência está crescendo, o desemprego e a miséria também como em todas as cidades brasileiras. Brasília ainda é um lugar bom de se morar ( como diz Renato Russo em "Faroeste Caboclo": Estou indo pra Brasília, neste país lugar melhor não há), daqui há 5 ou 10 anos, não sei se poderei dizer a mesma coisa.
Brasília tem um céu maravilhoso, aquele tom de azul lindo! Já viajei para algumas cidades e não encontrei esse céu de Brasília. O pôr-do-sol é lindo e tem dias que quando a tarde está acabando, o céu muda para rosa, roxo, fica mudando de cor é lindo! E tem dias que você vê uma lua cheia dourada, que ainda está se formando. Muito lindo!!!
Brasília tem sim coisas boas, as minhas únicas reclamações são: a corrupção e o fato de aqui não ter mar, afinal em algumas partes do ano, a umidade aqui é muito baixa, e um mar faz uma falta!!!
O brasiliense tem que aproveitar esse dia e mostrar que nenhum escândalo de corrupção, violência, miséria, desemprego, nada disso abala a capital do país. Brasília é mais forte que isso!!!
E fica um recado da música do Gabriel Pensador, não só para brasilienses, mas para todos os brasileiros:
"E você, que nasceu nesse país
E que sonha e que sua pra ser feliz
Você presta atenção no que o candidato diz?
Ou cê vota em qualquer um, seu babaca?
E depois da eleição você cobra resultado?
Ou fica ai parado de braço cruzado?
Cê lembra em quem votou pra deputado?
E quem você botou lá no Senado?"

O que é ser brasiliense?

* Você se sente confortável com umidade de 10%.
* Você se sente à vontade com endereços em coordenadas cartesianas.
* Você chama os amigos dos seus pais de "tio" e "tia".
* Você vê alguém fazer uma barbeiragem no trânsito e diz "Só pode ser goiano"
* Vê as crianças descerem para brincar "debaixo do bloco".
* Você conhece os ministros e deputados como "O pai de Fulaninho".
* Ouve dizer "é bem pertinho" e pensa tranquilamente em 50 km.
* Mais da metade da sua família é servidor público.
* Você sabe quem é Venâncio.
* Você vê o dia começar frio e nublado e acha perfeitamente normal que às onze esteja fazendo um sol de rachar, às cinco da tarde esteja desabando um temporal e à noite faça um calor sufocante, isto além de a chuva ter iniciado e parado cinco vezes durante o dia.
* Você não tem a menor noção do que seja uma esquina ou uma rua de paralelepípedos.
* "Camelo" pra você é bicicleta.
* Chama o Parque da Cidade de Pitón.
* Até hoje chama o mercado Pão de Açúcar de "jumbo".
* Você sabe que o "Ir ao Gilberto" não quer dizer ir visitar ninguém.
* Você dorme, ao menos durante três meses do ano, com uma toalha molhada, umidificador ou bacia d'água no quarto.
* Você sabe que a tesourinha não corta nada e que o balão não tem ar.
* Você sabe do que estão falando quando te perguntam: conhece alguém da dois?
* Você conhece ao menos uma música do Capital Inicial, e sabe o que eles querem dizer com Música Urbana.
* Você diz "Vou ao shopping" sabendo que isso só pode significar ir ao Parkshopping.
* Quando começam as chuvas você escuta " esse ano vai chover como nunca".
* Quando param as chuvas você escuta "esse ano a seca vai ser braba".
* Odeia quando chegam os seus parentes querendo conhecer a Torre e a Esplanada.
* Você reclama para o amigo: "Não tem nada para fazer nessa cidade..." Mas fica indignado quando alguém de fora reclama que em Brasília não tem nada para fazer.
* Fica chateado quando te perguntam se já viu o presidente.
* Sabe que as 3 gírias da cidade são: Véi, Tipo e Cara.
É... Quem disse que Brasília não possui sua identidade?

sábado, 17 de abril de 2010

Mais uma vez

Mais uma vez - Renato Russo
É uma música que eu gosto muito, que passa uma mensagem muito positiva. Traz esperança, faz com que a gente acredite que tudo pode mudar, que "o sol vai voltar amanhã".
Uma música que também fala sobre pessoas falsas, que fingem gostar de você, eu conheço muita gente assim ( "tem gente que está do mesmo lado que você, mas deveria estar do lado de lá").
Por causa dessas pessoas falsas, confie em você mesmo, porque se você não confia, quem vai confiar? ("Quem acredita sempre alcança").
Se você tem um sonho, corra atrás dele. Só porque é um sonho que parece impossível você não vai lutar, nem acreditar? ("Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena acreditar no sonho que se tem")
Essa é apenas uma de tantas músicas do Renato Russo, que trazem uma mensagem positiva. Então, preste atenção nessa música: ACREDITE EM VOCÊ, SE O DIA DE HOJE FOI RUIM NÃO SIGNIFICA QUE O AMANHÃ TAMBÉM SERÁ, "ESPERA QUE O SOL JÁ VEM".

domingo, 11 de abril de 2010

Dica de filme

Lembranças- Diferentemente do vampiro Edward em Crepúsculo, nesse filme Robert Pattinson é Tyler Roth, um adolescente estilo "bad boy" que fuma e bebe. Ele não tem uma boa relação com o seu pai interpretado por Pierce Brosnan, desde que seu irmão suicidou-se. Ele e seu amigo Aidam se envolvem em uma confusão, Tyler é agredido por um policial e eles acabam sendo presos. Depois de serem soltos, Aidam descobre que a filha desse policial estuda na mesma faculdade que eles. Então, Aidam dá a idéia de Tylor se vingar do policial através da filha, brincando com os sentimentos dela. Ela se chama Ally e é orfã de mãe, quando tinha 11 anos, ela viu sua mãe ser assassinada. Então Ally e Tyler se conhecem e se apaixonam. O que era para ser uma vingança vira amor de verdade. Tyler finalmente encontra alguém que sente a mesma dor que ele, por isso, eles se dão muito bem. O pai de Ally não gosta muito dessa história e resolve tirar satisfação com Tyler. O resto se contar não tem graça. Já contei até demais. Acho que Robert Pattinson conseguiu mostrar nesse filme que ele não quer ser só o vampiro de Crepúsculo. Uma cena que merece destaque é uma briga entre Tyler e seu pai devido à este não ter ido à uma exposição de sua filha, que desenhava caricaturas dele. Há uma forte discussão nessa cena, que é o ponto forte de Pierce Brosnan no filme e também de Robert Pattinson, que mostra ter algo mais que o Edward de Crepúsculo. O problema é que a imagem do vampiro continua na mente de quem assiste o filme, pois o visual de Robert Pattinson é praticamente o mesmo da saga Crepúsculo.
O final do filme é, de certa forma, surpreendente. Acaba em um fato, que não se poderia imaginar. O problema do filme é que não é uma grande história, o filme é classificado como drama, mas eu pensei que houvesse mais sofrimento nele. É uma história vaga, um pouco monótona, o que chama mesmo a atenção é o final. Quem tem algum problema de relacionamento com os pais com certeza vai se identificar.
Há uma frase do filme que gostei muito:
''O que for que você faça em sua vida será insignificante, mas é muito importante que o faça.''

sábado, 27 de março de 2010

A justiça foi feita!!!



No dia 29 de março de 2008, mais um crime chocou o Brasil. A menina Isabella Nardoni, filha de pais separado, estava passando o final de semana com o pai Alexandre Nardoni e a madrasta Anna Carolina Jatobá. Seria apenas mais um final de semana, como todos os outros, se ela não tivesse caído do sexto andar de um prédio. Isabella foi socorrida, mas morreu pouco tempo depois. A princípio, seria só um acidente, mas os médicos legistas encontram ferimentos que teriam sido feitos antes da queda, o que descarta imediatamente a hipótese de um acidente. O pai e a madrasta passam a ser suspeitos de jogarem Isabella do sexto andar.
O que mais me chamou a atenção durante a investigação foi a cobertura da imprensa. Ontem, todo mundo acompanhou a sentença como se fosse uma final de Copa do Mundo e quando Anna Jatobá e Alexandre Nardoni foram considerados culpados, todo mundo comemorou como se o Brasil tivesse ganho a Copa do Mundo. Desde o dia do crime, a imprensa vem abusando exageradamente desse caso, o que acredito tenha feito mal à mãe de Isabella. Esses dias não se falou de outra coisa, a não ser o julgamento. Até cansei de ver jornal. Confesso até que me surpreendi quando na quinta-feira (se não me engano), o Jornal Nacional começou falando de assuntos menos relevantes, enquanto todos os outros falavam só desse julgamento. No último bloco, eles falaram sobre isso. Será que foi uma tentativa do JN de não ser tão sensacionalista?
Sensacionalismo: essa palavra podemos descrever muito bem quando se fala da entrevista de Anna Carolina Jatobá e Alexandre Nardoni ao Fantástico alegando inocência. Não há como explicar a tamanha falsidade do choro de Anna Jatobá. Alguém realmente acreditou que aquele choro era verdadeiro? Aquela entrevista foi o que mais chocou os brasileiros, todas as evidências apontavam para eles como culpados dos crimes e eles tem a cara-de-pau de aparecer num programa em horário nobre negando o crime? Pior ainda, foi o Fantástico ter a coragem de levar a entrevista ao ar.
Não consigo entender como existem pessoas tão frias e falsas. Será que eles não pensaram em nenhum momento no que a mãe de Isabella, Ana Carolina Oliveira estava sentindo? Como explicar a dor de perder um filho? Era apenas uma criança de 5 anos. Mas isso, para eles não importa.
Tem como não se emocionar ou envolver com esse caso? Quem não chorou ao ver a entrevista da mãe de Isabella ao Fantástico? Quem não se comoveu ao saber que o próprio pai era suspeito de ter jogado a filha do sexto andar?
Assim como muitos brasileiros ontem, eu fiquei acordada, mesmo morrendo de sono para ver a justiça ser feita. E quando ouvi o juiz dizer a palavra culpado, senti um alívio enorme, não por mim e sim pela Ana Carolina Oliveira, a mãe de Isabella. É claro que isso não tira a dor que ela sente, mas pelo menos dá um certo alívio. Pelo menos, o Brasil mostrou que a justiça tarda, mas não falha. Como disse a mãe de Isabella:
"A justiça está feita, mas minha filha não vai voltar".
Agora, a pequena Isabella Nardoni pode descansar em paz no céu e Ana Carolina Oliveira pode tentar viver em paz.

sábado, 20 de março de 2010

Decepção...

Sabe aquelas pessoas que gostam de coisas materiais? Que acham que dinheiro é tudo na vida? Que deixam o sucesso subir à cabeça? Eu conheço pessoas assim, aliás, quem não conhece? E eu odeio pessoas assim.
Sabe quando você se decepciona com as pessoas? Quando você acha que a pessoa era totalmente diferente do que ela realmente é? Não existe decepção maior do que você pensar durante anos que aquela pessoa era sincera, humilde, que ela nunca deixou o sucesso subir à cabeça. Mas de repente ela mudou...ela achou que não era feliz com tudo o que tinha: uma família linda, um ótimo modo de vida, era amada por todos e tinha dinheiro, muito dinheiro. Estava bem emocional e financeiramente. Não tinha do que reclamar, mas ela queria mais, muito mais...
Essa pessoa me decepcionou, tudo que eu pensava dela foi "por água abaixo". Ela achou que não era feliz e foi tentar buscar essa felicidade atrás de mais e mais dinheiro. O melhor de tudo: essa pessoa descobriu que estava errada, ela percebeu que o dinheiro não vale nada, mas agora não dá pra voltar no tempo, ela era feliz e não sabia...
Quer um conselho? Às vezes você acha que é infeliz, que a vida é uma droga, que nada vale a pena. O pior é que depois de um tempo, você descobre que era feliz, que a vida é maravilhosa e que vale a pena viver.
Então, preste atenção nas pessoas que te amam, em tudo que você tem, perceba as coisas mais simples da vida, aprenda que um simples sorriso pode fazer alguém feliz e brinque, sorrie, aprenda e viva! Caso contrário, você vai perceber que era feliz e aí, vai ser tarde demais...

sábado, 13 de março de 2010

Procuro...

Procuro alguém que queira estar perto de mim: não pelo o que eu tenho e sim pelo o que eu sou,
Que tenha prazer em dividir seus momentos comigo, sejam eles de alegria ou dor,
Que me faça rir quando eu quiser chorar,
Que me faça chorar de tanto rir,
Que não me julgue pelo o que eu faço ou deixo de fazer,
Que diga a verdade e não finja que gosta de mim só para não me machucar,
Enfim, procuro alguém que queira me amar...

quarta-feira, 10 de março de 2010

Falar de mim? Não é nada fácil!

Escrever sobre si mesmo: existe tema mais difícil? Já parou para pensar que falar dos outros é fácil, mas quando se trata de você é complicado? O que posso dizer de mim? Penso que uma das minhas maiores características é ser sonhadora. Amo sonhar e eu sonho muito alto, muito alto mesmo. Acredito que não vale a pena uma vida sem sonho. Nesse mundo cheio de violência, o sonho é mais do que fundamental para o ser humano. Acreditar é o primeiro passo para tentar mudar o mundo. Sei que não posso mudar o mundo sozinha, isso é impossível, mas também sei que é preciso cada um fazer sua parte. Quando a gente acredita em alguma coisa, já é meio caminho andado. Mas só acreditar, não basta. É preciso correr atrás desse sonho. Eu não fico parada esperando que o sonho se realize, se quero alguma coisa, por mais difícil ou impossível que possa ser, eu vou atrás desse sonho. Meu lema é o seguinte: se eu quero, eu posso, eu consigo!!!
Eu sonho com muitas coisas e tenho alguns sonhos muito pessoais, que parecem até loucura, mas sonhar não faz mal a ninguém. Só tem um problema: se meus sonhos não se realizarem, eu vou "levar um tombo" e com certeza me machucar demais. Mas eu não tenho medo. Não esse tipo de medo.
O que realmente me assusta é ver como o mundo está mudando para pior: um monte de gente morrendo, inocentes sendo presos, crianças passando fome e chorando sentindo falta dos pais. Mais do que isso, o que me dá medo é saber que eu posso perder as pessoas que amo, e esse medo aumenta a cada dia.
Gosto de ajudar as pessoas e de fazer uma criança sorrir. Dou valor aos pequenos gestos, seja um sorriso, um abraço, um olhar ou um aperto de mão porque é através desses gestos que percebemos o quão grande as pessoas são. Gosto de pessoas que são divertidas e não arrogantes, pessoas que entram em um elevador e dão bom dia, boa tarde ou boa noite.
Se fosse para me definir em uma palavra, acreditar seria a mais parecida comigo. Gosto de acreditar que as pessoas podem mudar, que o mundo não vai acabar, que a vida tem muito a nos ensinar, que o meu príncipe encantado vai me encontrar e que todos os meus sonhos vão se realizar.

segunda-feira, 8 de março de 2010

PARABÉNS MULHERES!!!

Hoje é Dia Internacional da Mulher. Isso todo mundo já sabe, mas o que talvez muita gente não sabe é que a mulher não foi feita apenas para ser companheira do homem. A mulher é muito mais do que isso. Quando Deus fez a mulher, ele tinha um plano muito maior. Ela foi feita para ser esposa, mãe, irmã, prima, avó, sogra, cunhada, nora, tia, sobrinha e tudo que você imaginar. Aos poucos, ela foi conquistando o seu espaço, deixando o preconceito de lado e provando que não é inferior ao homem. Ela foi feita para trabalhar fora ou em casa: limpando, lavando, passando ou cozinhando.
Ser mulher não é fácil. Afinal, só elas são capazes de fazer mil coisas ao mesmo tempo, de lutar pelas injustiças, de gerar filhos e amá-los incondicionalmente, de dizer ao seu filho eu te amo, mesmo que ele não mereça ouvir isso. Não importa se ela tem 1,2,3,4 ou mais filhos, no coração dela sempre cabe mais um. Um coração frágil que se emociona com as coisas da vida e resistente, capaz de enfrentar qualquer dificuldade.
Ser mulher é trabalhar o dia inteiro, lidar com o chefe estressado, suportar as pressões do trabalho e o baixo salário.
Ser mulher é chegar em casa cansada, mas fingindo estar tudo bem, pois os filhos e o marido estão esperando o jantar.
Ser mulher é colocar o jantar à mesa e mesmo que o seu dia não tenha sido bom, ela pergunta à família: como foi o seu dia hoje?
Ser mulher é brincar com os filhos, ajudá-los na lição de casa e preparar a lancheira e o uniforme para o dia seguinte.
Ser mulher é ir fazer compras, e quando chega em casa, descobre que faltou comprar alguma coisa.
Ser mulher é tentar colocar um vestido justo e ver que não tem mais aquele corpinho de 20 anos.
Ser mulher é sair com as amigas, sem se esquecer que em casa tem muito serviço pra fazer.
Ser mulher é limpar a casa que está imunda, lavar a louça suja e também as roupas acumuladas da semana passada que não deu para lavar porque ela estava trabalhando até de madrugada.
Ser mulher é contar histórias para os filhos e colocá-los na cama, dar um beijo de boa noite e dizer: dorme com Deus.
Ser mulher é achar que depois disso vai dormir, e quando ela entra no quarto, lembra-se que tem obrigações a cumprir.
Ser mulher é querer ficar no quarto lendo ou assistindo televisão, mas ela sabe que para o marido tem que dar atenção.
Ser mulher é acreditar que o dia de amanhã vai ser diferente, mas quando ela acorda descobre que era só uma idéia da sua mente.
Ser mulher é simplesmente SER MULHER!!!
Por isso, um FELIZ DIA DA MULHER!!!

sábado, 6 de março de 2010

A torcida não pode ficar tranquila

Na última quarta-feira, o goleiro Marcos do Palmeiras surpreendeu à todos ao dar uma declaração:
- Só sei que a torcida do Palmeiras pode ficar tranquila porque comigo em campo o sofrimento só vai até o fim do ano.
A torcida pode ficar tranquila? Como assim? Que torcida pode ficar tranquila sabendo que um dos seus maiores ídolos está cansado de sofrer? Como os palmeirenses podem ficar tranquilos se um dos maiores ídolos da história do Palmeiras diz que pensa na aposentadoria? Essa declaração do Marcos só mostra que o Palmeiras realmente está em crise. E toda a crise se reflete nessas palavras. Eu não acredito no que Marcos disse. Os brasileiros não acreditam, muito menos os palmeirenses. Essa não é a primeira vez que Marcos dá uma declaração forte, sempre que o Palmeiras está em crise, ele abre a boca e fala o que pensa, não importam as consequências. Até ontem eu não acreditava nisso, mas quando vi a entrevista onde ele disse que tem alguns problemas físicos e que não dá mais pra continuar, eu comecei a acreditar. Percebi que ele estava falando sério e não estava de cabeça quente. Sou fã do Marcos há 8 anos e nunca vi ele tão sério e abatido. Mais do que um grande jogador, ele é um fiel torcedor do Palmeiras e eu vejo o quanto ele fica chateado com as derrotas. Notei na entrevista que realmente ele sente o cansaço e mesmo sendo São Marcos, mais cedo ou mais tarde vai ter que parar. Mas não em um momento como esse. Não foi o melhor momento para ter dito isso. São Marcos ainda tem muita "lenha para queimar". Tenho certeza que se o Palmeiras voltar a jogar bem, disputar um bom Brasileiro ou vencer a Copa do Brasil, aí sim São Marcos vai tranquilizar a torcida. Acredito que essa declaração foi só pra dar um alerta nos jogadores do Palmeiras, como se ele quisesse dizer:
- Ei colegas, tô cansado de perder, não dá mais, vamos jogar direito!!!