sexta-feira, 31 de julho de 2009

"NÃO É PROBLEMA MEU"

O presidente Lula afirmou nesta quinta-feira que não deve decidir sobre a permanência de José Sarney como presidente do Senado. Ele disse que não votou em Sarney e a decisão da permanência dele cabe ao Senado.
Fala sério, olha até que ponto nosso país chegou. Eu odeio política, não entendo muita coisa e as notícias que vejo sobre tantos escândalos nessa área me faz odiar mais ainda. Tudo bem que o Lula não votou no Sarney, o Senado tem que decidir. Até aí eu concordo. Mas ele dizer NÃO É PROBLEMA MEU? Ele só pode estar de palhaçada com os brasileiros que os políticos acham ser bestas. Ele é presidente do Brasil, como que o problema não é dele? O problema é de todo mundo, inclusive dele. Lula falou como se fosse uma pessoa qualquer, sem importância que não governa nada. Será que realmente não é problema dele? Nosso presidente não tem absolutamente nada a ver com o Senado? É, existem certos momentos em que é melhor ficar com a boca fechada!!!

4 comentários:

  1. É, eu nunca gostei do Lula, e muito menos de politica. Já está virando palhaçada o que Lula costuma dizer, como o caso da Marolinha e etc... cada coisa que ele comenta agora :S.. onde nosso país vai parar?!

    ResponderExcluir
  2. ah postei pelo Blog errado, rs.. o comentário acima é meu! :/ ... Ah li ao lado q vc faz comunicação social, eu pretendo tmb !! estou te seguindo!

    ResponderExcluir
  3. hey,obrigada por ter postado no meu blog,siim,aqueli é uma musica
    - Forfun -Constelação Karina
    eu amooo forfun
    ah,e volte sempre
    :*

    ResponderExcluir
  4. Olá Bárbara, tudo bem? Obrigada por comentar meu blog. Gostei do seu também, assim como você também estou tentando me apriomar nesse ofício de escrever bem, porque escrever eu já amo. Quanto a essa notícia, acho complicado, relmente existe uma separação até para haver organização, não dá mesmo para o presidente querer abraçar tudo. Não estou querendo depender, era pra ser assim pelo menos, mas organizada é tudo que nossa política não é.

    ResponderExcluir